29 de Julho de 2014

Acho graça às mulheres #1

que me chegam às mãos mortinhas por uma maquilhagem decente mas que se esquecem do essencial.
Conforme deverá ser do vosso conhecimento, além de palestras pornograficamente deslumbrantes que dou a plateias pornograficamente deslubradas não só com a minha eloquência mas sobretudo com a paciência que tenho em lhes aturar aos disparates, transformo sapas em princesas, coisas intragáveis em belezas raras, sou, por isso, uma artista, percebam agora a extravagancia que me caracteriza, que transformo sonhos em possibilidades. Depois ouço, não, não uso nada porque o tratamento de rosto é para peles mais maduras e quando eu chegar à idade de os usar não me vão fazer nada e dá-me vontade de lhes aventar um chapadão na tromba, porque numa tromba que não é tratada, o meu trabalho não brilha, o que traduz o factor pele mal cuidada para um o trabalho desta gaja e um cócó e isto enerva-me.
Entendam que quando uma pele é madura não voltará a ter o vigor e frescura que já teve aquando a sua juventude. Porém, inteligências superiores, quando a tratam devidamente o atraso no que diz respeito ao aparecimento dos sinais de envelhecimento, guess what?, acontece. 
O tratamento é recomendado tendo em conta não a idade do trambolho que se nos apresenta, mas sim a idade da pele que o reveste.
Do que vale quererem andar com uma pele aparentemente fantástica se por debaixo de todo o betume que sou obrigada a gastar, jaz uma valente merda? 
Eu cá não quero ser má língua mas este tipo de situações faz-me lembrar aquela outra, igualmente giríssima, que é a da fazerem a depilação só no Verão. 
Pensem nisso com carinho.

28 de Julho de 2014

Cenas #3

A minha chefe não é só uma câimbra num gémeo, uma cólica renal, uma Cristina Ferreira num Domingo à noite, um intestino preso, um corte de uma folhinha de papel, uma greve dos transportes, uma fila na caixa do multibanco, um despertador que não toca, uma braguilha aberta, um pé dormente, um modelo com pêlos nos sovacos, uma contração, um dente partido, acho que já deu para perceber e não, não é.
A minha chefe é muito mais do que isso, sobretudo quando diz que quando chigar trata do assunto.

Aquilo do "a minha vida dava um blog"


está cada vez mais blerc.

Exactamente SEIS horas DEPOIS e o post anterior ainda não aparece nos feed. Senhores do blogger, deixem que vos diga

nem a minha chefe é assim tão incompetente.

27 de Julho de 2014